Festival promete reunir fãs do reggae e do rap na Arena Fonte Nova

Reggae e o Rap, dois dos ritmos mais admirados da música mundial reinarão durante o DHZ Festival, que acontece no próximo dia 5 de maio (sábado), a partir das 21h, na Arena Fonte Nova, em Salvador. O evento irá trazer à capital baiana as bandas Israel Vibration, Ponto de Equilíbrio, Haikaiss, Cacife Clandestino e Nkulee Dube, filha do lendário cantor de Reggae Lucky Dube. Os ingressos para o festival custam R$ 40 para pista e R$70 para o Lounge (meia entrada) e podem ser adquiridos nas lojas do Pida no Shopping Salvador; no Balcão de Ingressos, nos shoppings da Bahia, Salvador e Salvador Norte; ou pelo site www.sympla.com.br/sd.

Formada pelos jamaicanos Cecil Spence (Skelly) e Lascelle Bulgin (Wiss), o Israel Vibration promete trazer ao público baiano as inúmeras canções que se tornaram clássicos do reggae mundial ao longo dos quase 40 anos de carreira da banda. No repertório não vão faltar sucessos como: Why WorryThe Same Song Racial Discrimination, além das músicas do álbum mais recente Fighting Soldiers.

Tributo a Lucky Dube – Mesmo com a pouca idade, Nkulee Dube, de 29 anos, vem conquistando o mundo com todo seu carisma e sua voz suave. Mesclando ritmos como soul e jazz ao reggae, a cantora e compositora apresenta, pela primeira vez para o público baiano, o tributo ao pai, o lendário cantor sul-africana de Reggae Lucky Dube. A artista, que intregrava a bando do pai, já se apresentou em grandes festivais na Austrália, Papua Nova Guiné, Guiana Francesa, Suriname, Estados Unidos e em toda a Europa.

Já o show da banda brasileira Ponto de Equilíbrio marca o lançamento em Salvador, do DVD Ao Vivo no República do Reggae, que foi gravado na capital baiana e reuniu mais de 20 mil pessoas, em novembro de 2017. Criada em 1999, a banda formada por Helio Bentes (vocal), Pedro ‘Pedrada’ Caetano (baixo), Márcio Sampaio (guitarra), Tiago Caetano (teclado), Lucas Kastrup (bateria) e Marcelo Campos (percussão), é uma das principais referências do reggae no Brasil.

Um dos representantes do Rap e Hip-Hop no DHZ Festival, o Haikaiss é um dos principais nomes atuais do ritmo na cena em São Paulo. As músicas do grupo, no YouTube, já contabilizam mais de 200 milhões de visualizações. O quarteto, criado em 2006, é formado pelos rappers Spvic, Spinardi, Pedro Qualy e Dj Sleep. Eles prometem apresentar no show, o repertório do mais recente álbum Teto Baixo, lançado em 2017.

Outra atração do DHZ Festival são os cariocas da banda de Rap Cacife Clandestino. Eles sobem ao palco para apresentar as canções que abordam em infinitos temas e melodias a realidade do grupo nascido nas ruas do Rio de Janeiro. Formado em 2010, pelo vocalista e compositor Felp 22 e pelo produtor musical Terror dos Beats, o Cacife conquistou o cenário nacional em 2012, com o hit “Beija Flor”. Em 2013, o duo lançou o CD Sonho de Rua, que atingiu cerca de quatro milhões de visualizações no Youtube e milhões de Downloads, rodando 70 cidades do Brasil, com a turnê da Mixtape.

Serviço:

Evento: DHZ Festival

Atrações: Israel Vibration, Ponto de Equilíbio, Nkulee Dube, Haikaiss e Cacife Clandestino

Data: 5 de maio (sábado)

Local: Arena Fonte Nova

Ingressos: R$ 40 – Pista e R$ 70 – Lounge (meia entrada)

Pontos de venda: lojas do Pida no Shopping Salvador; no Balcão de Ingressos, nos shoppings da Bahia, Salvador e Shopping Salvador Norte; ou pelo site www.sympla.com.br/sd.

Rafael Veloso

É editor do Site Rafael Veloso.com.br. Jornalista formado pelo Centro Universitário da Bahia – Estácio / FIB, em 2009. Tem experiência com produção de rádio e TV, passagem por veículos impressos e sites. Atua em assessoria de imprensa desde 2010.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *