Pierre Lévy fala sobre A Construção do Sentido no Fronteiras do Pensamento

“Qual o sentido de buscar um sentido?”. Esse será o questionamento proposto pelo filósofo francês Pierre Lévy durante conferência no Fronteiras do Pensamento, em Salvador. O evento, patrocinado pela Braskem e pelo Governo do Estado da Bahia, através do Fazcultura, acontece nesta terça-feira (dia 10), às 20h30, no Teatro Castro Alves. “Saber se a evolução ou a história humana tem um sentido é uma enorme questão, debatida há séculos pelos filósofos. Hoje, é uma ideia muito combatida. Está muito na moda nos círculos pós-modernos dizer que a história humana não tem sentido, ou que ela tem tantos sentidos possíveis que não é realmente importante determinar qual”, explica.

Pierre Lévy acredita que a questão é se o ser humano, individual ou coletivamente, é consciente dessa evolução. “Existem, em cada época, pessoas que poderíamos talvez chamar de intelectuais, que refletem sobre esse processo e que procuram orientar a evolução de maneira refletida, de maneira racional. Mas, por um lado, é muito raro, é uma pequena elite e é perigoso”, afirma. O perigo, segundo Lévy, é porque os intelectuais em questão podem se enganar. “Podem ser, por exemplo, utopias totalitárias como as que houve com o comunismo, ou com o fascismo, etc. Os grandes ideólogos totalitários quiseram orientar deliberadamente a evolução humana. E na maioria das vezes foi uma catástrofe. Por isso, talvez, não seja tão ruim que não saibamos exatamente em qual direção estamos indo”, sentencia o filósofo, atual professor de Inteligência Coletiva na Universidade de Ottawa.

Lévy é um reconhecido pesquisador das tecnologias da inteligência e investiga as interações entre informação e sociedade. Mestre em História da Ciência e Ph.D. em Comunicação e Sociologia e Ciências da Informação pela Universidade de Sorbonne, é um dos mais importantes defensores do uso do computador, em especial da Internet, para a ampliação e a democratização do conhecimento. Seu foco de estudo se concentrou na área da cibernética e da inteligência artificial. Em 1987, lançou seu primeiro livro, A máquina Universo – Criação, cognição e cultura informática. Também é autor de A inteligência coletiva, O que é virtual? e Cibercultura.

A conferência de Pierre Lévy no Fronteiras do Pensamento terá mediação de André Lemos, professor titular do Departamento de Comunicação e do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas da Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia; e apresentação de Fernando Marinho, músico, ator, diretor teatral, artista visual e presidente do Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do Estado da Bahia (SATED Bahia).

O Fronteiras do Pensamento 2019 trouxe a Salvador no mês de agosto, o escritor e jornalista cubano Leonardo Padura. A temporada deste ano será encerrada no dia 1º de outubro, com um debate especial entre as escritoras brasileiras Djamila Ribeiro e Lilia Schwarcz. Os ingressos estão à venda nas bilheterias do Teatro Castro Alves (TCA), nos SACs dos shoppings Barra e Bela Vista, pelo site www.ingressorapido.com.br. A entrada para cada conferência é comercializada por R$ 50. Outras informações sobre o projeto no portal www.fronteiras.com.

| SERVIÇO |

O quê: Conferência de Pierre Lévy, no Fronteiras do Pensamento Salvador

Quando: Terça-feira (10/09), às 20h30

Onde: Teatro Castro Alves (TCA)

Ingresso: R$ 50. A venda nas bilheterias do Teatro Castro Alves, nos SACs dos shoppings Barra e Bela Vista ou pelo site www.ingressorapido.com.br

Rafael Veloso

É editor do Site Rafael Veloso.com.br. Jornalista formado pelo Centro Universitário da Bahia – Estácio / FIB, em 2009. Tem experiência com produção de rádio e TV, passagem por veículos impressos e sites. Atua em assessoria de imprensa desde 2010.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *