Ator Paulo Gustavo morre vítima de Covid-19

O ator e humorista Paulo Gustavo, de 42 anos, morreu na noite desta terça-feira (dia 4), vítima de complicações causadas pela Covid-19. A morte dele foi confirmada às 21h12, através de boletim médico do Hospital Copa Star, em Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro.

Internado desde 13 de março, o estado de saúde do ator piorou no domingo (2), quando sofreu uma embolia pulmonar. Antes, a família havia divulgado que o ator estava apresentando melhoras significativas. A equipe médica tinha reduziu sedativos e bloqueadores e Paulo Gustavo chegou a interagir com o marido, o médico Thales Bretas. Em nota divulgada na conta oficial do comediante no Twitter na tarde desta terça-feira, o quadro clínico do ator era classificado como “irreversível”.

Paulo Gustavo estudou teatro na Casa das Artes de Laranjeiras. Com 15 anos de carreira, participou de cinco peças teatrais de destaque, além de atuar na TV, nos programas do canal Multishow: 220 Volts – A Série, Vai Que Cola, Paulo Gustavo na Estrada, A Vila e Além da Ilha. Mas, o ator ficou famoso do grande público por sua interpretação de “Dona Hermínia”, personagem inspirada em sua mãe Déa Lúcia. A criação deu origem a peça Minha Mãe É uma Peça, sucesso de público que ganhou as telas de cinema em 2013. O sucesso estrondoso de bilheteria rendeu a continuação com Minha Mãe É uma Peça 2, em 2015 e a terceira edição em 2019.

Nascido em 30 de outubro de 1978, em Niterói, no estado do Rio de Janeiro, Paulo Gustavo era casado com Thales Bretas desde 2015, com quem teve, através de barriga de aluguel, dois filhos: Romeu e Gael, de um ano e oito meses. Além do marido e dos filhos, Paulo Gustavo deixa a mãe Déa Lúcia Amaral, o pai Júlio Marcos e a irmã  Juliana Amaral, além de uma legião de amigos e fãs.

Ainda não há informação sobre o velório do ator, que pode ser realizado no Theatro Municipal do Rio, no bairro da Cinelândia, centro do Rio de Janeiro.

Com informações da Agência Brasil e G1.

Rafael Veloso

Jornalista formado pelo Centro Universitário da Bahia - Estácio em 2009. É editor-chefe do site Rafael Veloso.com.br desde 2003. Atuou com produção de programas de TV e rádio, tem experiência com web jornalismo e há 11 anos trabalha com Assessoria de Comunicação Interna e Externa. E-mail: contato@rafaelveloso.com.br.