O poeta da boêmia

Está entrando na segunda semana de exibição nos cinemas da cidade, o excelente documentário Vinícius. Dirigido por Miguel Faria Jr., mesmo diretor de O Xangô de Baker Street, o filme traz uma mescla de depoimentos e cenas de arquivo com imagens de um show em homenagem ao poeta e compositor Vinícius de Moraes. A apresentação mostra releituras da obra de Vinícius feita por nomes da MPB contemporânea como: Adriana Calcanhotto, Mônica Salmaso, Miucha, Luciana de Moraes (filha do próprio Vinícius), além de poemas interpretados pelos atores Camila Morgado e Ricardo Blat.

O documentário exalta a busca constante do “poetinha” pela felicidade, o que levou a casar-se nove vezes. Eterno apaixonado e amante da vida, Vinícius de Moraes soube conquistar amores e “reconhecer” amigos e são esses amigos como: Tônia Carreiro, Maria Bethânia, Francis Hame, Chico Buarque de Holanda, Gilberto Gil, entre outros, que em depoimentos, relembram fatos e traçam um perfil do boêmio das noites cariocas.

Abaixo um dos mais conhecidos poemas de Vinícius que durante muitos anos exerceu carreira diplomática:
Soneto de Fidelidade
(Vinícius de Morais)
De tudo, ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento
Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento.
E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe solidão, fim de quem ama
Eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.

Rafael Veloso

Jornalista formado pelo Centro Universitário da Bahia - Estácio em 2009. É editor-chefe do site Rafael Veloso.com.br desde 2003. Atuou com produção de programas de TV e rádio, tem experiência com web jornalismo e há 11 anos trabalha com Assessoria de Comunicação Interna e Externa. E-mail: contato@rafaelveloso.com.br.