Pará vai ter primeiro banco umbilical da região Norte

Até abril deste ano, o Pará vai inaugurar o primeiro Banco de Sangue de Cordão Umbilical e Placentário (BSCUP) da região Norte, que será implantado na Fundação Hemopa. A iniciativa é do Ministério da Saúde, idealizadora da Rede Brasilcord, que tem por objetivo expandir esse serviço no país e aumentar as chances de quem precisa encontrar doador compatível para transplante de medula óssea.
O BSCUP do hemocentro paraense terá, inicialmente, um tanque com capacidade de armazenamento para 3.600 amostras de sangue de cordão umbilical. No primeiro ano de funcionamento, a Hemopa atuará em duas maternidades cuja meta de armazenamento será de 960 coletas. Com isso, a Hemopa e mais oito hemocentros, implantados por indicação do Ministério da Saúde, integrarão a Rede Nacional Brasilcord.
Atualmente, a demanda por transplantes de medula óssea no país é de três mil pacientes por ano. Desses, 1100 transplantes são realizados anualmente pelo Sistema Único de Saúde (SUS). No Pará, são cerca de 150 pessoas que esperam na fila. A obra está orçada em mais de R$ 3 milhões, incluindo estrutura física, capacitação de profissionais, aquisição de equipamentos e tecnologia.

Rafael Veloso

Jornalista formado pelo Centro Universitário Estácio da Bahia - Estácio FIB em 2009. É editor do site Rafael Veloso.com.br desde 2003. Atuou em produção de programas de TV e rádio, tem experiência com web jornalismo e há 11 anos trabalha com Assessoria de Comunicação Interna e Externa. E-mail: contato@rafaelveloso.com.br.