Morre em São Paulo o ator Sérgio Mamberti

Morreu na madrugada desta sexta-feira (dia 3), em São Paulo, o ator Sérgio Mamberti, aos 82 anos. Ao longo deste ano, ele enfrentava problemas de saúde devido a uma disfunção renal e pneumonia. Segundo o filho do ator, Carlos Mamberti, a causa da morte do pai foi falência múltipla dos órgãos. “Ele foi um guerreiro na vida que, infelizmente, chegou ao fim. Meu pai deixou um legado de amor pela cultura do Brasil. Que todo mundo se inspire na força dele para deixar nossa cultura cada vez mais forte e expressiva”, afirmou Carlos em entrevista ao G1. O velório e o sepultamento do ator serão realizados em São Paulo.

Sérgio Mamberti deixa três filhos, o ator Duda Mamberti, o produtor Carlos Mamberti e o diretor de TV Fabrízio Mamberti. Sérgio era viúvo de Vivian Mahr, com quem foi casado de 1964 a 1980 e de Ednardo Torquarto, seu companheiro por 37 anos, até a morte de Ednardo, em 2019. Sérgio era irmão do também falecido ator Cláudio Mamberti. Nascido em 22 de abril de 1939, em Santos (SP), Sérgio formou-se em Artes Cênicas pela Escola de Arte Dramática da Universidade de São Paulo (USP) e estreou na televisão, na novela Ana, da TV Record, em 1968. No cinema, a estreia foi em 1966 com a comédia Nudista à força, de Victor Lima.

O ator, autor, diretor, produtor e artista plástico foi um dos fundadores do Partidos dos Trabalhadores (PT), do qual era filiado. Sérgio ocupou diversos cargos dentro do Ministério da Cultura durante o Governo Lula. Ele foi Secretário de Música e Artes Cênicas, Secretário da Identidade e da Diversidade Cultural, presidente da Fundação Nacional de Artes (FUNARTE) e Secretário de Políticas Culturais. Em 2021, lançou a autobiografia Sérgio Mamberti: Senhor do meu Tempo, escrita com o jornalista Dirceu Alves Jr., em que falava dos mais de 60 anos dedicados as artes cênicas.

A expressão “Raios e trovões“, bordão que era proferido pelo ator ao interpretar o famoso Doutor Victor, no histórico seriado Castelo Rá-Tim-Bum, da TV Cultura, na década de 1990, ficou entre os assuntos mais comentados do Twitter. Nas redes sociais, muitos fã, amigos, colegas e personalidades lamentaram a morte de Sérgio Mamberti.

https://twitter.com/LucianoAmaral/status/1433744117104889860

Rafael Veloso

Jornalista formado pelo Centro Universitário Estácio da Bahia - Estácio FIB em 2009. É editor do site Rafael Veloso.com.br desde 2003. Atuou em produção de programas de TV e rádio, tem experiência com web jornalismo e há 11 anos trabalha com Assessoria de Comunicação Interna e Externa. E-mail: contato@rafaelveloso.com.br.