Fernanda Vasconcellos protagoniza o suspense “A Cisterna”, inspirado em fatos reais

A atriz Fernanda Vasconcellos é a protagonista do filme A Cisterna, escrito e dirigido por Cristiano Vieira. O suspense, que é inspirado em fatos reais, entrou nas plataformas de streaming essa semana. O filme conta a história de Lorena Ribeiro, personagem interpretada por Fernanda Vasconcellos, uma jornalista premiada, reconhecida nacionalmente, que vive um momento de plena ascensão na carreira. Seus planos são interrompidos da noite para o dia, quando ela é sequestrada e presa em uma cisterna. Lutar contra seus medos para sobreviver e desvendar o motivo do sequestro é o que move a trama deste thriller.

Em seu programa jornalístico em Brasília, a personagem Lorena revela o envolvimento de um importante político no desvio de recursos para obras, denuncia um suposto caso de pedofilia, fazendo com que um padastro perca a guarda de sua enteada, e vai contra as orientações do diretor, alegando liberdade editorial. Enquanto brilha profissionalmente e atrai inimigos por conta de suas matérias, a protagonista tenta conciliar o trabalho com a criação de uma filha pequena.

Segundo o diretor, Lorena foi inspirada na história de diversas mulheres, mães, que precisam se submeter a um mundo predominantemente machista e jogar pelas regras dos homens. O longa também levanta a discussão sobre audiência a qualquer custo e julgamentos precipitados. “O filme discute muitas coisas, mas minha intenção prioritária era levar o espectador a fazer um julgamento baseado nas poucas informações que recebe e depois confrontá-lo a olhar por outro ângulo“, comenta o diretor Cristiano Vieira.

O elenco do filme traz ainda o ator chileno Cristobal Tápia Montt como algoz da protagonista, além de Juan Alba e Luíza Guimarães. O filme foi rodado antes da pandemia, em setembro de 2019, na cidade de Brasília, e chegou este mês as plataformas iTunes, Now, Google Play, Vivo e Oi. A Cisterna faz parte da seleção oficial do New York Cinema Festival, tendo sua estreia internacional no festival que começará a partir do dia 24 de outubro. O filme também integrou a seleção oficial do Festival de Havana na edição de 2020.