Projeto da Filarmônica Minerva Cachoeirana que irá beneficiar 700 pessoas é selecionado em edital

Próximo de comemorar 144 anos, em 10 de fevereiro, a Filarmônica Minerva Cachoeirana, foi contemplada no edital Transformando Energia em Cultura, do Instituto Neoenergia com a seleção do projeto Minerva Cachoeirana Além da Música, no segmento musical. A ação, que vai beneficiar 700 pessoas, entre crianças, adolescentes e adultos na cidade de Cachoeira, no recôncavo baiano, foi escolhida num universo de centenas de propostas concorrentes da Bahia.

“O projeto promoverá ações apresentando a música como base de um caminho de perspectivas para o desenvolvimento de trajetórias positivas. É uma proposta cultural e educativa inclusiva com vistas à cidadania, à elevação da autoestima e ao envolvimento do público-alvo com práticas sociais multiplicadoras”, explica Roberaldo Galiza, coordenador de projetos da Minerva. Entre as ações previstas estão a formação de Iniciação à Música e oficinas de Luthieria e de Audiovisual, com a realização de um concerto gratuito no final do projeto.

O edital é uma dos mais importantes ações de incentivo à arte e cultura do Brasil e acontece anualmente, em parceria com as distribuidoras do instituto, por meio de programas e leis de incentivo à cultura estaduais como o FazCultura. As instituições contempladas têm como principal objetivo realizar  ações socioculturais voltadas, prioritariamente, para a inclusão social de crianças e jovens em vulnerabilidade social, bem como valorizar a cultura local, suas origens, tradições e influências.

Os projetos são avaliados por comitês regionais que priorizam critérios técnicos e a proposição de projetos que atendam também aos desafios dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Em sua primeira edição na Bahia, a iniciativa do Instituto Neoenergia em parceria com a Neoenergia Coelba recebeu 347 projetos inscritos em 2021.

A Sociedade Lítero Musical Minerva Cachoeirana foi fundada em 10 de fevereiro de 1878 pelo maestro Eduardo Mendes Franco. O presidente em exercício é o maestro Felisberto José da Silva, que assumiu o cargo após a licença do presidente Carlos Roberto Franco. A Minerva Cachoeirana mantém a Escola de Música Alcides dos Santos, que oferece curso gratuito de iniciação musical para crianças e adolescentes. A direção pedagógica da escola é da professora Denise Marques e os maestros da filarmônica são Felisberto José da Silva (vice presidente) e Clarício Mascarenhas Marques.

filarmônica coleciona prêmios em festivais, participando de concertos, cerimônias religiosas e cívicas em todo o estado, como os cortejos da Independência do Brasil no 2 de julho em Salvador e em 25 de junho em Cachoeira, Festa d’Ajuda, encontros de filarmônicas, Festa da Irmandade da Boa Morte, aniversário de Cachoeira e outras solenidades.

Claudia Correia

É assistente social, professora, mestre em Planejamento Urbano e Regional, jornalista e colaborado do site Rafael Veloso.com.br. E-mail: ccorreia6@yahoo.com.br